sábado, 28 de julho de 2007

Do livro Memórias à Beira de um Estopim

Foto de Pierre Verger



22/12/03

O homem que fugiu de casa ontem passou pelo meu verso numa correria desatada – os cabelos desgrenhados, a roupa esfarrapada. Em seu ouvido, ainda ecoava a fome de seus filhos esquecidos em dois cômodos e um banheirinho fedendo urina, fezes e vômito.

O homem que fugiu ontem de casa resvalou um olho cansado ao passar pelo meu poemasua dor o levará a São Paulo, ou a outra grande cidade que fede a gás carbônico e vagina; o levará aonde disseram ser o dinheiro mais verde e o bolso menos fundo.

Ao homem que fugiu ontem de casa e que, por um momento, estacou-se diante desse poema, eu tenho apenas o meu respeito, nada mais; mas saiba que aqui também estou eu, escondido desde o momento em que fugi e resvalei com a fome dos que plantam, pescam e colhem a mesa que enfeita nosso jantar e produzem com suor e lágrimas o sono tranqüilo de nosso vizinho...



*

17 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

e o homem continuará fugindo enquanto a fome não for saciada de verso e prosa e o sono tranqüilo for somente do vizinho...
bom final de semana
beijos

Lidiane disse...

Rafael.

Estou impressionada.
E basta. Porque isso pra mim, é muito mais que consigo dizer.

Leila Lopes disse...

Em um momento ou outro, cedo ou tarde, não tarda esse homem a passar por nós.
A foto é bela, diz-nos um pouco de quanto mágica e alta é a vida.
Bjo

Fred Neumann disse...

Se ele for para Araxá ganha abrigo, mas precisará lavar o umbigo.

abraço,

Fred

Héber Sales disse...

é isso, Nolli, eu nem sou muito atento à literatura engajada, mas teu lirismo afiado me encanta.
essa primeira frase aí captura totalmente o leitor para todo o resto.
como aquela primeira frase em metamoforse de kafka.
além do mais, a mensagem faz pensar em nosso papel, em nosso lugar, nessa miséria toda.
abraços!

Calebe disse...

Palmas. Palmas. Palmas.

Aqui é o Calebe (Seth Plate, Palavras dum anjo sem asas) para quem você escreveu dias atrás. Respondi seu e-mail. Encontrei sua nova página. E como prometido, você já está linkada na minha futura, que ainda não lhe revelo o endereço. Passo apenas para dizer isso, para lê-lo e comentar que caso queira ler algo meu, tem um conto em uma página chamada Intelecta City onde posto como Homem Invisível. Se quiser conferir o endereço é www.intelectacity.zip.net, e o nome do conto é Amor.

Abraços. Até mais ver.

verabasile disse...

Seus textos são sempre um "tapa na cara"...e nos remetem a um lugar que a gente finge não existir.
Não q eu goste de levar tapas na cara...rs...mas ter te encontrado no diversos foi um prazer enorme.
bj

Lila Rose disse...

Entrar aqui significa encontrar palavras fortes, duras: aquela verdade da qual a gente discretamente foge no dia-a-dia.

Em pensar que quase tudo que desfrutamos no conforto trazem histórias de sofrimento cravadas em seu interior.

Bisous!

*Caroline Schneider* disse...

Nolli! Gosto da tua faca que com estocadas mostram o amargo e o doce que podemos sentir da vida... este doce que está escondido em cada canto da alma, pois podemos ver mais longe, pelas entrelinhas do teu discurso que não é ilusório, mas que fere as almas mais descompromissadas com a realidade. Gosto de passear por aqui. Beijocas estaladas!

Paola Vannucci disse...

Nolli

gosto muito de vir aqui, pq sempre compreendo e aprendo mais e mais coisas.
sempre a televisao como base de discução meu amigo, saibamos realmente escolher o que iremos assistir, aprender e ensinar. O futuro está bem próximo e graças a mídia o ser humano achando que seria mais fácil o meio de manipulação claro para poderer de poucos, nos torna mais vulneráveis,..... interessantíssimo todas as postagens e viajarei no e book beijos mei amigo

Tem novidades por lá tb

Paola Vannucci disse...

Sobre Verger,

gosto muito.....

Agradeço mais uma vez a postagem

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sônia Marini disse...

Muito bom seu MAKING OF, na Lasanha. E esse aqui também.
Gosto mesmo do que vc escreve.
um beijo

Cassio Dias disse...

Deveria a cada postagem dizer que estou em estado de extâse, ou sítio.
Mas já não me surpreende estas suas palavras devidamente engatilhadas.

Ayron disse...

salve, nolli!
acabei de cruzar por esse Homem.

Lívia disse...

Nolli

Adorei as imagens.
Muito bom gosto.
Grande abraço,
Lívia ^^