quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Meus poemas por aí


O mesmo título de uma obra de Joseph Conrad

Basta um instante e tudo muda
no coração da cidade.
A hemorragia de gente pára
para avistar um corpo estirado no chão.

Agrupam-se em torno da cena
pintada no asfalto com cores em excesso –
são amplificados, ecoam nas paredes:
lembram uma picada de inseto.

A sacola largada do alto do prédio
se agarra aos fios de alta-tensão –
onde a força dos rios corre
transformada em cavalos excitados –

e súbito desprende para alçar novo vôo.
Os carros voltam a gritar, impacientes,
exigindo descanso aos seus músculos de aço:
clamam pelo conforto das garagens.

O minuto seguinte, engasgado no letreiro digital,
é vomitado sobre a cabeça de todos.
Logo, a gaze encharcada começa a gotejar.
Um instante, e volta a bater o coração da cidade.



______________________
*
* Dois poemas de meu novo livro, Comerciais de Metralhadora, podem ser lidos na Revista Eletrônica Paralelo 30, confiram:
*
*
Visitem! Um abraço, meu camaradas!
*

15 comentários:

Cristian Sarmiento disse...

muy buenos poemas

_Maga disse...

O Coração das Trevas. As vezes a escuridão fica pior na luz eletrica. Um abraço

Adriana Godoy disse...

Que beleza, Noli. Um grito da cidade. Mutio forte, denso, poético. Bravo. beijo.

Hercília Fernandes disse...

O homem personifica a cidade [e as coisas que lhes são próprias] enquanto se coisifica...

Belo poema-alerta, Rafael. Sabia que sou fã de sua [boa] poesia?...

Forte abraço,
H.F.

Cássio Amaral disse...

Estilhaço, grito lascinante.

Sua poesia bate e fica Nolli.

Braços.

Renata de Aragão Lopes disse...

Sempre bom ler um texto seu!

A propósito, que tal
finalmente combinarmos
a minha aquisição de seu livro? : )

O tempo passa
em meio a tanta correria...
Aliás, é sobre isso que falei
em mais recente soneto
publicado no doce de lira.

Diga-me como devo proceder
e - finalmente! - eu o farei. (risos)
Um beijo.

Adriana Karnal disse...

poxa,rafael,
vc tá rrasando na poesia..parabéns pelos livros

daufen bach. disse...

Olá meu caro!
aqui deliciando-me com tua poesia. estás numa fase explendorosa.
Parabéns!

daufen bach.

Helô Müller disse...

Vim retribuir a sua gentil visita e fiquei admirada com o seu talento com as palavras !! Linda, intensa, densa e profunda poesia, parabéns Poeta !
Adorei tê-lo por instantes em meus aposentos ! rs
Um grande beijo agradecido
Helô

Robson disse...

Obrigado Nolli, gosto de desenhar...

Larissa Marques disse...

menino,
que máximo! na próxima faz com a minha editora!
kkkkkkkkkkkkk
bjk!

Paty Padilha disse...

Tudo de bom... tudo por aqui! Encantada!

Flávio Otávio Ferreira disse...

Camarada, a cidade sangra!

Wilson Torres Nanini disse...

Que visão da cidade! Ela uiva em verso e copula cada entrelinha!

Barone disse...

Gostaria de adquirir seu livro, onde encontro?