sábado, 10 de junho de 2017

Outro adendo


como falar de poesia com eles
que perderam (perderam!) a vida
contemplando suas fortunas?

(e só conseguem pensar em
um psiquiatra para Mallarmé!
um reformatório para Rimbaud!)

como falar de poesia com eles
que não viram beleza em nada
senão nas vitrines, nos classificados?

(e só conseguem pensam em
um rehab para Baudelaire!
um retiro espiritual para Poe!)

Nenhum comentário: